quarta-feira, novembro 26, 2014

ESTOU PRONTO PARA ME ENCONTRAR COM DEUS

 Ontem, dediquei o dia inteiro a uma boa leitura do livro “A identidade cultural na pós modernidade", de Stuart Hall. O autor sustenta que as velhas identidades estão em declínio e que surge um novo sujeito, fragmentado. É o indivíduo moderno em crise de identidade. É um livro pequeno, leitura mesmo são 90 páginas. Ademais, um livro agradável, uma boa tradução de Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. 
.
 Curiosamente, li e entendi rapidamente a proposta do autor e ouso dizer que concordo plenamente com sua análise. Está visível uma forte mudança estrutural na sociedade e esses deslocamentos geram crises de identidades culturais de classe, sexualidade, etnias, raça e nacionalidade. Afinal, sustenta o autor, antes as identidades eram mais fortes, sólidas e os indivíduos se encaixavam melhor socialmente. 
.
Hoje, com todas as mudanças pós-modernas, as fronteiras são menos definidas e isso acarreta fortes crises de identidades.
Eu gosto de Santiago. O mundo não me seduz, sou seduzido pela vida daqui e pelos amigos. Aos inimigos, sei lá, até duvido que tenha inimigos sérios, são pessoas que querem me derrubar, mas depois querem me oferecer a mão. Diria que são desafetos políticos. Algumas pessoas não gostam de mim, mas isso é absolutamente normal. Eu gosto de muitas pessoas, gosto do clima, da estética da cidade, da paisagem dos campos e da possibilidade de intervir na realidade. Mas sei que tenho que partir.
Salvo melhor juízo, vivo sem pisar em nuvens de Juno. Não sou o Pina Manique que muitos imaginam, apenas tento ver o que existe por trás das coisas e divido essas impressões com a sociedade de leitores do meu blog. Se o blogosfera permite-me essa interação, que viva ela. Ela é minha expressão de manifestação.

Minha vida, durante muito tempo andou como o dito atribuído a Luiz XV: “ Après nous le dèluge”, ou seja, depois de minha morte pode vir o dilúvio, que pouco estou ligando. Curiosamente, não estou mais pensando assim. É claro, veio a Nina, mas perdi a Lizi. Quero viver como Dàfnis e Cloe, com direito a todos os sentidos e construção de uma identidade com à tradição e tudo mais.  E que me perdoem os conservadores, já vivo o dilúvio, afundar ou não, têm o mesmo sentido, exceto meu próprio hedonismo. Há quem não entenda esse culto.

.
Hoje é um dia muito feliz. Minha filhinha está comigo; mamou um mamá quentinho e agora dorme. Foi tudo divino e encantador. Recebeu-me com aquele abraço que só ela sabe dar (aprendeu com o pai). Passeamos pelo centro, com nossa amiga preferida e depois fomos para o Batista jantar. Saímos de lá perto das 22 horas, conversamos, brincamos, rimos e organizamos nossos planos para os próximos dias; que doce vida, melhor impossível.
.
Se o dilúvio vier, estou preparado. Se não vier, vou levando até meu encontro com Deus, onde serei julgado pelas minhas obras. E meus pecados são sentimentos e manifestações divinas. Não creio que Deus castigue-me por admirar o belo e a estética perfeita. De uma certa forma, somos  todos hedonistas e que culpa temos desse sentimento que emerge das profundezas de nossas almas. Foi Deus, o Criador, que deu-nos o dom de admirar, de amar, de procriar. Como eu já plantei uma árvore, escrevi 6 livros e tive uma filha, vou dormir em paz, sonhar os mais lindos sonhos e e deixar fluir o abismo, se for, que seja. 

Jaguari quer guerra comigo? Não fujo do combate

EDUARDO DIEFEMBACH

Eu desconhecia que o ataque contra minha pessoa, em Jaguari, tivesse partido do PDT, de Ivo PATIAS, Como nunca ataquei ninguém nessa eleição, sequer me meti, jamais imaginei LIDERANÇAS DO PDT fossem abrir guerra contra mim. Peço desculpas ao Duda, por que imaginei que o ataque tivesse partido do Governo João Mário, mas jamais do grupo de Ivo PATIAS. De qualquer forma, o pacto foi quebrado, e sem querem enfrentamento e revelações de verdades, tenho muita coisa a dizer,m inclusive já marquei um almoço manhã com o Gélsio Gelcio Covaleski. Eu sei sei de coisa que boto muita gente na cadeia; e não tenho medo de ameaçazinhas em blog, sou um homem de brigar de peito aberto;

A extensão dos preconceitos e a necessidade de revisão

Durante muitos anos, pelo fato de eu não ter sido pai, eu era conhecido como homossexual. Ademais, meus grandes amigos homossexuais sempre receberam de mim o meu carinho, o meu afeto e o meu amor. 

Lembro-me quando comecei a namorar a Eliziane. Lá prá bandas do Puitã, onde só tem macho, eu era o legítimo putão. Não andava a cavalo, não laçava, não gostava de rodeio, não tomava chimarrão e preferia ficar nas rodas das mulheres. Odeio rodeios, não vejo graça em ficar chupando aquela água quente e amarga.

 Nunca me importei com isso. Sempre fui discriminado pela idade que nos separava, 24 anos.

Agora, sejamos francos. Onde está escrito na bíblia que um homem mais velho não pode ter relações com uma mulher mais nova. Os exemplos existem aos montes, do vice-presidente Michel Temer, quase 50 anos mais velho que sua esposa, ao ex-presidente do STF que aos 59 anos namora uma jovem de 24.


Mas ampliemos a discussão:


- Roberto Justus e Ticiane Pinheiro
Ele tem 58 anos e é 23 anos mais velho.


  Sean Penn e Petra Nemcova
O ator de 51 anos mantém um relacionamento e namorava Scarlett Johansson de 27 anos.






Harrison Ford e Calista Flockhart
Ele possui 69 anos e ela 38.Ele é 31 anos mais velho que ela.


 
Julio Iglesias e Miranda Johanna Maria Rijnsburger
O cantor é 24 anos mais velho que sua companheira.




  Nicholas Cage e Alice Kim
Ele tem 48 anos e ela 28. 20 anos mais velho.





 Michel Douglas, 24 anos mais velho que sua namorada
Ex-Presidente do STF, Joaquim Barbosa, 59 anos e sua namorada Handra Amorim, advogada, 24 anos. 35 anos mais velho que sua namorada.




Vice-Presidente do Brasil, Michel Temer, 74 anos e sua esposa Marcela, 27 anos. Ele é 47 anos mais velho que ela.


Para ilustrar essa matéria, poderia citar centenas de exemplos de casais, tanto de homens quanto de mulheres que se relacionam e vivem bem apesar da idade que os separa. O mesmo raciocínio vale para homens e mulheres do mesmo sexo. 

  Minha relação com minha ex-esposa acabou, mas sempre sofremos um preconceito idiota. Mas o preconceito aqui em nosso meio é terrível.

ALÔ sociedade santiaguense e regional. Antenem-se. Santiago não é uma ilha. Censura já passou e moralismos de falsos estamos todos cheios.





terça-feira, novembro 25, 2014

Suicídio global

SUICIDOU-SE O FILHO DO JORNALISTA DA REDE GLOBO ALEXANDRE GARCIA
O filho do jornalista da TV Globo Alexandre Garcia, Gustavo Nunes Garcia, 27, foi encontrado morto na madrugada deste domingo (24) em Brasília. O corpo estava no bloco C da 111 Norte, onde morava com a mãe. o casal vivia separado A Polícia Civil do Distrito Federal abrirá inquérito para apurar a causa da morte. Contudo, todas as investigações apontam que tenha sido suicídio.

segunda-feira, novembro 24, 2014

DUDA

Como os ataques contra mim não param, e afastei-me de política jaguariense, só quero lembrar a esse senhor qwue ganhei minha defesa no juízo singular e no Tribunal de Justiça.

Peço ao Duda que mande esse pessoalzinho dele respeitar quem está quieto e não fazerem acusações sem provas.

José Amédio Ribeiro Filho

Eu tive divergências e ações contrárias ao Advogado. Mas não sou seu inimigo, longe disso, tenho uma admiração muito grande por ser ele um jovem estudioso, talentoso, e que engrandece o mundo jurídico local e regional. Na medida em que assessoro a bancada do PMDB, é óbvio que estamos em pólos opostos, mas o Dr.Ribeiro é um grande advogado, tem meu respeito, meu carinho e minha admiração. Política a parte, somos todos irmãos de uma mesma comunidade.

Os grupos dominantes

Primeiro, eu nunca procurei imprensa. Quando a repórter Letícia Duarte, RBS  de Porto Alegre, esteve aqui, foi ela  quem me ligou e foi ela quem fez a filmagem. Eu estava na URI e me limitei a esperá-la; Agora, eu tenho o direito de concluir sobre a dominação dos grupos dominantes de Santiago e ela expressou o que eu falei para ela.  Portanto, não houve armação nenhuma meus caros. Agora que assunto estourou, que deem suas versões, eu dei a minha. .

domingo, novembro 23, 2014

Revolução sem medo



Eu votei no PT desde 1982, sempre fui petista, sempre apoiei as reformas e os avanços petistas.

Não sou um social-democrata, sou marxista e se tiver que entrar para a política, de volta, será sob a égide revolucionária ou ao lado de pessoas de esquerda.

A situação do país está insustentável. A roubalheira envergonha a qualquer um, não posso mais e nem me sinto bem dando sustentação a um governo corruputo e pobre como esse do PT e seus aliados.  

Pensei muito antes de tomar minha decisão. Mas, enfim, torno público que retiro meu apoio ao governo do PT, defendo o impeachment de Dilma e defendo que corruptos que roubam dinheiro do pão e do leite das crianças sejam executados como exemplo. Sei eu isso implica em por o país numa situação de emergência, talvez estado de sítio, mas é necessário que as pessoas decentes reajam. Se for necessário fechar esse Congresso podre e fruto de roubos e extorsões, que se se feche. Se for necessário os militares se unirem com a sociedade civil em nome da moralidade, que quebremos esse tabu, agora, a  situação não pode mais seguir assim.

Precisamos pensar em revolução a partir desde já. Cadeia é pouco, é necessário a guilhotina, senão nosso país vai seguir na bandalheira. E não tem meio termo, as instituições estão corroídas, tudo está podre, o sistema existe para proteger os corruptos, que andam aí impunes.

         Revolução, que começemos a pensar nela sem medo. É claro que virão mortes e o banho de sangue, mas tudo isso é necessário no contexto histórico. Não se faz  um omelete sem quebrar os ovos.

sábado, novembro 22, 2014

Uma noite frustrante

Não sei porque existem pessoas amaldiçoadas, nada em suas vidas dão certo. Durante muitas vezes, o Pastor CLÁUDIO CARDOSO convidou-me para eu participar numa de suas jantas evangélicas. Pela primeira vez, quis fazer tudo certo, até porque envolvia a advogacia.

No meio da tarde, já vi tudo errado. Envolvo-me com pessoas erradas, que não merecem meu carinho, envolvi-me com uma mulher errrada e tive uma filha errada. Fui na janta, sentei-me numa mesa. Ao ver os filhos nos colos dos seus pais brincando, correndo, ao ver aquele clima de amor, de fraternidade, de afeto, comecei a notar que minha alma cortava e cortava  cortava. Notei quanto tempo perdi investindo em pessoas erradas.

Fiquei menos de 10 minutos e fui embora, para o nada, para o vazio, para a depressão do meus escritório.

Aqui estou. Talvez o vinho e os calmantes façam-me dormir um pouco. Sei que estou perdido, sei que a dor sinto é irrecuperável e que a tristeza que me corroeu desde a desintegração do meu lar e separação da minha filha, só terá uma saída se houver outro espaço, outros mundo, porque nesse, não mais seremos felizes. 

Estranho é que eu sempre soube dessa maldição. Fiz tudo certo para que ela não viesse, mas ela veio e agora não consigo mais dominá-la, sinto que ela está me vencendo, resta apenas saber ate quando.

SEGUNDA NOTA DE ESCLARECIMENTO



NOTA DE ESCLARECIMENTO

EU sou um Advogado, e sou constitucuionalista. Fui procurado por uma religião que teve seus ritos violados. A Constituição do país assegura liberdade religiosa, como princípio fundamental. Nosso país é um pais laico e em eu defenderia qualquer religião que fosse ultrajada ou violada. Já viram um médico pedir carteirinha religiosa para seu cliente?

Cobrei honorários altos para um sábado a tarde. O Grupo não se negou a pagar-me o que pedi. Esse é meu trabalho Assim, vou defender a essa religião afro dessa bárbara transgressão. ADEMAIS, O Dr. Sturza é um homem culto, alto funcionário federal da Justiça do Trabalho há 25 anos, não cobra pelos serviços prestados, não é nenhum charlatão, goza de credibilidade e seriedade.

Essa guerra de e-mails e mensagens no face contra mim são despropositadas. Pelo amor de Deus, eu sou um Advogado, e respeitem minha profissão e a liberdade de religião das pessoas.

VIOLÊNCIA RELIGIOSA

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Liberdade religiosa é uma garantia fundamental da República.Conheço o Doutor Jose Roque Sturza, servidor público federal da Vara do Trabalho de Santiago, aliás, homem erudito e o único professor de hebreu em Santiago. Não se se trata de um picareta ou charlatão, se trata de um homem de fé, convicto na sua crença oriunda da África, e a destruição do seu templo local de suas liturgias serão levados ao PODER JUDICIÁRIO por esse Advogado. Embora eu seja evangélico, fiquei muito honrado com a escolha do meu nome e vou fazer valer a Constituição Federal.

O caso, a partir das13 horas de hoje, está com meu escritório.
igreja misionária

a igreja que mais cresce em Santiago, estará reealizando nm grande churrasco o CTG OS TROPEIROS, nesse sábado.. Cartões a 15 reais, servirão para judar a a conclusão da obra da mega-igreja própria.

sexta-feira, novembro 21, 2014

Trabalhador terá devolvida taxa de fortalecimento sindical descontada por empreiteiras




(Sex, 21 Nov 2014 07:47:00)
O Consórcio Odebrecht/Camargo Corrêa/Hochtief foi condenado a devolver valores referentes a "taxa de fortalecimento sindical" descontados de um montador de andaimes. A Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho não conheceu do recurso de revista das empreiteiras e, com esse resultado, ficou mantida a condenação, imposta na primeira instância.
No recurso ao TST, o consórcio sustentou que o desconto da mensalidade sindical baseou-se nas convenções e acordos coletivos de trabalho, "revestindo-se de legalidade". Acrescentou que a contribuição sindical é amparada em lei, e que a condenação teria violado os artigos 7º, inciso XXVI, da Constituição da República e 578 da CLT.
Sem autorização
Demonstrativos de pagamento comprovaram o desconto mensal de 1% do salário bruto do trabalhador para o pagamento da taxa de fortalecimento sindical. Ao julgar o caso, o Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região (TRT-ES) negou provimento ao recurso das empresas, explicando que, para ser descontada do salário, essa taxa, criada por convenção coletiva de trabalho, deveria ter autorização do empregado.
Contratado para trabalhar em canteiro de obras da Petrobras, o montador alegou, ao ajuizar a ação, que não tinha autorizado os descontos nem era associado à entidade sindical da categoria. Por sua vez, o consórcio argumentou que ele assentiu expressamente com os descontos. Mas o TRT verificou que a autorização era apenas para desconto de 1% de seu salário base para a contribuição assistencial, e não para a taxa de fortalecimento sindical.
TST
A relatora do recurso do consórcio no TST, ministra Dora Maria da Costa, concluiu que não houve ofensa ao artigo 578 da CLT, que trata da contribuição sindical, hipótese diversa da tratada no caso, nem ao artigo 7º, inciso XXVI, da Constituição. "Segundo a norma coletiva, os descontos em folha de pagamento deveriam observar os ditames do artigo 462 da CLT e da Súmula 342 desta Corte", explicou, enfatizando que, segundo o TRT, não há prova de que o empregado tenha consentido com esse desconto específico.
 
A ministra esclareceu também que os julgados trazidos pelas empresas para comprovação de divergência jurisprudencial não retratam os mesmos fundamentos adotados na decisão do Regional, não servindo, assim, para o confronto de teses.
(Lourdes Tavares/CF)
O TST possui oito Turmas julgadoras, cada uma composta por três ministros, com a atribuição de analisar recursos de revista, agravos, agravos de instrumento, agravos regimentais e recursos ordinários em ação cautelar. Das decisões das Turmas, a parte ainda pode, em alguns casos, recorrer à Subseção I Especializada em Dissídios Individuais (SBDI-1).
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Secretaria de Comunicação Social
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4907
imprensa@tst.jus.br

"NÃO VAI FICAR SENTIDO PAPAI'

Hoje depois das 13 horas, fui deixar minha filha na escola. Ela sabe que agora vem um período sem mim. A Profesorra Arieli certamente não a entendia. Agarrava-se nas minhas pernas, beijava meus pés e com um olhar de profundo carinho e meiguice me perguntava:" tu não vai ficar sentido papai", alusão aos dias que sou obrigado a ficar longe dela. Um imagino a dor no coração de uma criança, que sempre teve sua casa, sempre teve o amor do pai e mãe de = de repente - sente-se abruptamente cortada de tudo.

 Que esforço mental ela não deve fazer para buscar o entendimento da perda do pai, da saída do pai de casa, das nossas histórias, nos nossos cantinhos, das nossas vivências....de repente, foi tudo cortado e só cabe a ela quanto a mim aceitar a imposição dessa força que é maior que nossa vontade. De qualquer forma, ninguém me tira da cabeça que isso é crime que praticamos contra esses inocentes. E como eu creio em Justiça Divina, sei que mais dias, menos dias, estaremos diante do tribunal da vida, respondendo pelos danos irreversíveis causados na criança da de uma cabeça por nossa intolerância e radicalismos bobos.

quarta-feira, novembro 19, 2014

Um dia maravilhoso

Meu dia nessa segunda-feira foi maravilhoso. Cercado de amigos, especialmente a companhia do Flávio, acabei tendo uma noite mais maravilhosa ainda. Fui convidado pela família G. para saborearmos um peixe frito, vivi momento maravilhosos, em companhia de pessoas amáveis e ainda tive que comer muche de uva com doce de abóboras...vou ficar 3 dias sem comer para descontar os excessos.

Também nessa noite de segunda-feira, tive a honra de receber um meu escritório o Pastor Cláudio Cardoso, amável, querido, sabendo do nosso drama, veio trazer uma palavra de fé e de esperança, acompanhado de uma preciosa e divina oração. 

Minha filha passou um dia bem na escola, dormiu abraçada nas pernas de uma pessoa que ela tanto ama e - agora - finalmente está em casa comigo, deitada, dormindo um sono sossegado, como um anjo. Paz melhor, impossível.

Por fim, tive uma audiência trabalhista, dessas que eu sempre saio com um saldo positivo, pois ainda não conheci derrotas nessa, o que me deixa feliz pela minha escolha pelos pobres e necessitados.