Páginas

sábado, maio 27, 2017

Esposa de Caio Fábio confirma prisão do pastor pelo processo Dossiê Cayman

A prisão, ontem, do Pastor Caio Fábio viralizou no meio evangélico e tomou conta das notícias gospeis. Acusado de ser o autor do dossier Cayman, o Pastor e psicanalista Caio Fábio teve sua prisão, pela Polícia Federal, confirmada por sua também lindísssima esposa. Ninguém fica prá trás. 

Leia mais, clicando no: http://www.jmnoticia.com.br/2017/05/26/esposa-de-caio-fabio-confirma-prisao-pastor-pelo-processo-dossie-cayman/


Primeira-dama dos Estados Unidos, Melanie Trump, a modelo de origem eslovena, faz sucesso no mundo conservador e de direita



Melanie Trump, modelo de origem eslovena, a primeira dama dos EEUU, esposa do Presidente Trump, faz sucesso no mundo inteiro, especialmente entre conservadores e direitistas, defensores arraigados da família e dos valores da moral e de ética judaico-cristã.

A primeira-dama americana atrai a atenção da imprensa mundial por onde passa e, agora, tablóides sensacionalistas de todo o mundo passaram a divulgar fotos da modelo em posições ousadas e provocativas, algumas nuas. O blog, por ser evangélico e conservador, não divulgará as demais fotos, mas registra o fato que está criado em nível mundial e para que reflitamos sobre o peso do conservadorismo representado por TRUMP e sua terceira esposa, 24 anos mais nova.

Entre os militantes islâmicos, atacados por Trump, as fotos de Melanie nua, fazem o maior sucesso. 

Para ver mais fotos, clique no link abaixo:

http://www.tvi24.iol.pt/internacional/donald-trump/melania-trump-o-mais-recente-foco-da-polemica-americana

Maçonaria exige renúncia de Temer e diretas Já

A Maçonaria Brasileira lançou um manifesto nessa sexta-feira pedindo a renúncia de Temer e eleições diretas Já. 

E agora, o que vão dizer em Santiago? Será que a Maçonaria também é golpista ou estão cobertos de razão os maçons em defesa da ética e da cidadania?

Leia a matéria completa à nação brasileira no site 247:

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/297957/Ma%C3%A7onaria-exige-ren%C3%BAncia-de-Temer-e-Diretas-J%C3%A1.htm

Silas Malafaia, falso profeta, segundo o Pastor Caio Fábio


O suicídio, abordagem do Pastor Caio Fábio


Políticos unidos com o povo


sexta-feira, maio 26, 2017

Existo, logo penso, penso, logo escrevo ... reflito

Estou de posse de documentos oficiais do TCE e vou dar uma boa peneirada nesse final de semana, avaliar o que é conveniente divulgar e que não é. Quando é muito papel, a gente se vê obrigado a fazer uma síntese para tornar tudo mais acessível e leiturável. 

--

Daqui uns dias eu vou contar como se processam as retaliações ao livre pensamento e não sujeição. É quase inacreditável. Agora, não vale a pena, são pequenos demais. Outro dia, quando eu estiver com outro humor, eu conto tudo. Me fizeram lembrar de um ex-prefeito. Eu sei como começa, mas eles não sabem como termina tudo isto. 

--

Joaquim Barbosa, então Ministro do STF, entrou com uma representação contra o jornalista Noblat. E na mesma hora tornou público o documento. Os advogados de Noblat responderam e, na mesma hora, tornaram tudo público. Aliás, eu tenho cópia de tudo. Eu não entendo o poder judiciário, juro que não entendo. 

Comigo, tudo será dado a devida publicidade. Sem segredo de justiça, exceto se a Justiça determinar o inverso. 

--

Se eu tivesse medo de processos, jamais escreveria. Volta e meio vem um tentando punir-me, para intimidar a todos. É prática velha e conhecida. Só que comigo erram o pulo, quanto mais retaliações, mais agudo é meu combate. E eu quero ver quem sai vivo na outra ponta para contar a história. 

--

Falando em contar histórias, vou contar uma do presidente Piru, desse poder dito legislativo. Mas não tenho pressa, vou contar ao longo da semana. Acho bom o Ruderson Mesquita saber quem são os que reconhecem seu trabalho e quem solapa por dentro, com lorotas. 

--

Tudo na vida tem dois lados. Não se enganem. O que eu descobri depois da ida do Teatro Serelepe de Santiago é algo fantástico, revelador de personalidade e do caráter de certas pessoas, que eu jurava que eram amigos. Se eles têm suas fontes, eu também tenho as minhas e nada é tão fechado que não eu não possa ficar sabendo. 

--

Existe uma lenda no jornalismo que nos ensina que todo mundo tem rabo, maior ou menor, mas todos têm. Quem se acha intocável, que se cuide.

--

Já vou adiantando, eu não me acho intocável. Tenho enormes fragilidades. Mas também não temo por elas e também não tenho nada a perder. Quem se atravessou comigo, têm e terão muito pela frente, pois o que eu mais adoro é justamente ser provocado. 

--

Por fim, é bom conhecer o caráter das pessoas. A extensão da falsidade. Como conseguem mentir na cara dura. É coisa própria de moleques. 





Conheça o Iate de Joesley Batista


Os brasileiros são pessoas decentes, honestas; com raras exceções, afora os marginais e os políticos, se é que existe diferença, são todos probos e vivem com dignidade. 

Agora, num país que crianças morrem de fome, que os hospitais estão quase todos quebrados (exceção louvável para o de Santiago), onde pessoas morrem por falta de médicos e remédios, os dados divulgados do iate de Joesley Batista choca o país e causa perplexidade. Como o dinheiro público irrigou tanta safadeza sem controle? 

Mas vejamos os detalhes, colhidos do Jornal Paulistano:

"O iate é um dos lançamentos mais luxuosos da Azimut e foi batizada com o sugestivo nome de "Why Not" (Por que não) por Joesley. 

A embarcação tem 30,4 metros de comprimento (98 pés), três andares, quatro quartos, incluindo uma suíte de 20 metros quadrados, cozinha, salas de estar, banheira de hidromassagem e capacidade para 25 pessoas.

O Why Not tem dois motores de 2.216HP, capacidade 20 mil litros".

O iate foi levado para os EEUU enquanto  donos  e sua família seguiram num jatinho particular com 20 lugares. 

Entenda nosso país. 

quinta-feira, maio 25, 2017

Whatsapp do celular de Joesley Batista entregue a PGR fera com Temer



Blog o Antagonista divulga, como furo nacional, diálogo que contraria versão oficial. Foi tudo gravado na noite do encontro do sertanejo do BNDES com o presidente, no palácio Jaburu. 

Leia tudo no blog o Antagonista.

http://m.oantagonista.com/pagina/1

Novas provas do escândalo eleitoral que sacode SANTIAGO




Vazou mais um print.

Nele, o atual secretário de gestão de Santiago, Éldrio Machado, passa instruções para Ronaldo Shizzi, sobre como atacar o candidato da oposição Guilherme Bonotto.

Ronaldo Shizzi atuava como cabo eleitoral não registrado na Justiça Eleitoral e assegura que o PP adotava duas campanhas neste aspecto, uma, legalizada, registrada no TRE, e outro, paralela, ilegal, de onde saiam os pagamentos para Shizzi e seu grupo.

Para fazer o serviço sujo e destruírem a imagem de Guilherme Bonotto, o alto staff do PP usava pessoas de origem humilde, pessoas pobres, como Ronaldo, inclusive com promessas de cargos na administração. 

Por outro lado, veio à tona vários escândalos embutidos num só: o uso de caixa dois, abuso de poder econômico (ninguém sabe a origem do dinheiro), crimes eleitorais explícitos, bem como uso e manobra com pessoas pobres para atacarem a imagem, a honra e dignidade de uma pessoa, pois o que foi feito com Guilherme Bonotto ultrapassou às raias do bom senso. 

ADEMAIS, está já mapeado um grupo de fakes, que faziam comentários nas postagens da Shizzi, que foi vivamente usado e enganado pelo PP, com promessas de empregos na prefeitura para seu grupo político.

Não tendo o PP, na pessoa do prefeito eleito, honrado a palavra empenhada com Ronaldo Shizzi segundo ele próprio assevera em sua página no facebook, este decidiu tornar público um esquema de campanha paralela e cabos eleitorais não registrados na justiça eleitoral.

O blog teve acesso a novos documentos inéditos, inclusive um onde é indicada uma advogada do PP para fazer a defesa de Ronaldo Shizzi na polícia federal em São Borja. 






Estourou a bomba. Escândalo da JBS chega a Santiago. Deputado Heinze envolvido

Agora é oficial. 

Escândalo da JBS chega a Santiago. Deputado Heinze, do PP, chefe do ex-prefeito Júlio Ruivo e deputado mais votado em Santiago, recebeu 500 mil reais da JBS. 

Leia a matéria completa no Jornal da região de Rio Pardo, porque aqui em Santiago ninguém divulga nada. Todos têm medo. 

Clique no link e saibam a verdade tentam sufocar. 

http://gaz.com.br/conteudos/politica/2017/05/22/95349-deputados_da_regiao_receberam_doacoes_do_grupo_jbs.html.php


Eles têm o mesmo argumento do Sartori. Que tudo foi contabilizado. Tomam o povo por bobo. Contabilizar doações de origem ilícita e ilegal e achar que a PGR e o STF não sabem o que estão fazendo ao divulgarem a lista das generosas doações. 

Heinze capta votos nas vilas de SANTIAGO e ganha para defender os interesses de uma corporação bilionária. Enganem outro.

Tá na hora do nosso povo acordar. 

Novas revelações demonstram que o atual prefeito Tiago Gorski também mantinha contato o vice-presidente do PRB


Está tomando vulto as denúncias do vice-presidente do PRB, que atuava como cabo eleitoral do PP, num movimento paralelo, não registrado na Justiça Eleitoral. 

Ronaldo Shizzi têm vazado documentos e deve ter entregue boa parte em inquérito na Polícia Federal em São Borja, onde é réu por suposto crime eleitoral.

Segundo ele, havia um movimento legalizado perante a justiça eleitoral e outro, liderado por ele e seu pessoal, paralelo, remunerado, mas não legalizado perante a justiça eleitoral, o que caracteriza abuso de poder econômico e caixa dois.

Segundo o PRB, Tiago se comprometeu a ceder dois cargos ao grupo de Ronaldo Shizzi em caso de eventual vitória e ele recebia para deferir os mais duros ataques contra Guilherme Bonotto. Após a vitória, o Tiago não honrou a palavra dado ao grupo do PRB, segundo Shizzi, e este passou a atacar seu então aliados. 

Estamos de posse de várias diálogos do staff do PP com Ronaldo, que, iremos publicando aos poucos para não atrapalhar as investigações em curso.

Num desses diálogos no whatts, o secretário de planejamento orienta Ronaldo Shizzi a atacar Guilherme Bonotto devido sua CNH. 

Durante toda a campanha, os mais duros golpes nas redes sociais contra Guilherme Bonotto eram deferidos por Ronaldo Shizzi, que era pago pelo PP para atacar Bonotto, seus negócios e sua condição empresarial. 

O fake Sílvio Santos que nós divulgamos como sendo um médico, na verdade, é estudante de medicina. Seu URL está identificado, assim como de vários outros que integravam a rede de fakes que atacam a pessoa da Guilherme Bonotto. 

Era uma rede organizada para desqualificar o candidato, denegrir sua imagem e associar seu nome a eventuais negócios que deram errado. Famílias foram envolvidas nos ataques de comentários realizados pela rede de fakes, especialmente a família Bonotto. 

Ronaldo Shizzi foi denunciado na Polícia Federal por advogados da coligação SOMOS TODOS SANTIAGO, pelas sistemáticas acusações contra Guilherme Bonotto. Levou uma multa de 5 mil reais. Depois da vitória, foi abandonado pelo PP e virou-se contra os progressistas. 

Agora, decidiu entregar todas as provas que têm, envolvendo diálogos, gravações de conversas onde é citado o nome do deputado federal Heinze (é claro que o assunto é outro). Mas não posso revelar o conteúdo.

No curso do Inquérito, Ronaldo fez uma reviravolta e decidiu contar tudo o que sabe. O caso virou o maior escândalo político de Santiago de todos os tempos. Há mais um cisma a vista e os pepistas estão desorientados, pois até agora o PP não conseguiu desmentir as sucessivas provas apresentadas por Ronaldo Shizzi, cujo nome cresce na opinião pública.

Soube na tarde de ontem que se formou um grupo de doze advogados que, de posse das provas oferecidas por SHIZZI, vão estudar um pedido de anulação do pleito visando a cassação do mandato do atual prefeito e seu vice. O grupo está avaliando a robustez das provas, especialmente das gravações de vozes e dos diálogos no whatsapp.  


Um grande advogado especializado em direito eleitoral, de Porto Alegre, vai se reunir com o grupo de advogados locais para análise conjunta das provas ofertados por Shizzi e para acompanhamento do inquérito na Polícia Federal.







quarta-feira, maio 24, 2017

O nervosismo local está escapando do controle

Há algo muito grande acontecendo nos bastidores da política local. Não sei bem, mas parece que é alguma coisa relacionada com o governo municipal. 

Sei que o nervosismo está grande. 

Sei mais do que posso falar, mas me imponho uma pequena auto-censura porque a coisa é grande e inédita para nossos padrões. Pelo menos, em nossa história recente, é a primeira vez que isto ocorre. 

Não existe mais céu de brigadeiro em Santiago.

Quando eu puder falar, conto detalhes do que estou sabendo e a extensão de tudo.

Ministra do STF refuta PGR e diz que sigilo da fonte precisar ser assegurado. trechos da nota oficial do Supremo

(...)

"O Supremo Tribunal Federal tem jurisprudência consolidada no sentido de se respeitar integralmente o direito constitucional ao sigilo da fonte. A presidente do STF reitera o seu firme compromisso, que tem sido de toda vida, de lutar, e agora, como juíza, de garantir o integral respeito a esse direito constitucional.

Carmem Lúcia, 
Presidenta do STF


Denúncia atinge o coração do poder em Santiago

Diálogos do secretário de Gestão do Município de Santiago, na campanha eleitoral, com o vice-presidente do PRB. Este fac-símile está publicado na página de Ronald Shizzi no facebook.


Provas irrefutáveis de que cabos eleitorais atuavam de forma paralela e sem registro na Justiça Eleitoral, pois Ronaldo alega que trabalhava como tal, mas não era registrado como tal, tudo à revelia da lei e da normalidade democrática de uma eleição que deveria ser limpa e ética. Suas denuncias precisam ser averiguadas. 

Esta e outras publicações que Shizzi vem fazendo, demonstram uma campanha paralela à campanha oficial, pois havia cabos eleitorais registrados e outros, não, como é o caso do próprio denunciante.

Por outro lado, fica evidenciado que fakes "nosso" atuavam nas redes sociais. 

Estou com fac-similes de vários diálogos da alta cúpula do PP com Ronaldo, inclusive do prefeito Tiago Gorski.

Estou iniciando uma série de publicações, seriadas, para que à sociedade compreenda que a vitória do PP se deu num contexto de inescrupulosidade, uso das pessoas, promessas não cumpridas com o PRB, abuso de poder econômico e caixa dois, que certamente serão objeto de preocupação do Honroso Ministério Público, que é uma instituição isenta, comprometida com a lisura do pleito e por fazer valer a aplicação da lei e denunciar quando esta é violada. 

Este Sílvio Santos não era e nunca foi o Jornalista Márcio Brasil. Nós temos a URL dele, deste fake, e é um médico que adotava o pseudônimo para defender Tiago e atacar Guilherme. Todas as postagens dele estão em nossas mãos. 

Na minha opinião, existe um conjunto probante irrefutável de abuso de poder econômico e uso de caixa dois por parte do PP, motivos suficientes para ser pedida a cassação da chapa Thiago e Cláudio, dentro da ordem e da legalidade.

Eleições Diretas Já

Editorial do JB demonstra o Brasil dividido entre diretas Já e/ou indiretas já. O curioso é que levantamentos apontam que 166 deputados e 28 senadores foram eleitos com doações registradas da JBS. A superplanilha da Odebrecht tinha nomes de 279 políticos. 

Isso significa que, se for respeitada a Constituição, não será o povo - através dos parlamentares - que vai eleger o novo presidente. Serão Joesley Batista e Marcelo Odebrecht. É eleição indireta só para esses dois senhores. E neste caso, o candidato preferido de Odebrecht terá mais força.

Em outras palavras, eleições indiretas significam que a ODEBRECHET e o JBS elegem o próximo presidente. 

Pela via direta, será o processo mais salutar e o povo será soberano na escolha, seja quem for o eleito, Dória, Bolsonaro ... será um presidente eleito pelo voto direto e terá a legitimidade popular. 

Morte de mafioso reabre ferida na Itália

O assassinato do mafioso italiano Dainotti, ontem, coloca a Itália no epicentro de um novo debate: a volta da máfia.

Todos aludem à simbologia do assassinato, pois foi apenas um dia antes de completarem-se os 25 anos do assassinato do juiz Giovanni Falcone, que liderava as investigações contra a Cosa Nostra.

Várias hipóteses: podem ser novas lideranças surgindo e demarcando espaços ou vingança, uma vez que Dainotti cumpriu 30 anos de prisão pelo assassinato de um policial. 

Pelo sim, pelo não, os italianos estão perplexos e parece que vivendo - outra vez - o mesmo pesadelo que assolou o país por séculos. 

ABI bate de frente com a PGR

O Brasil começa o dia sob o impacto da forte reação da poderosíssima ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE IMRENSA - ABI - batendo de frente com a PGR pela violação do sigilo telefônico do jornalista Reinaldo de Azevedo, Revista VEJA, de onde pediu demissão ontem.

Esta crise toma grandes proporções. Reinaldo Azevedo é um porta-voz informal da direita no Brasil, mas seus direitos precisam ser assegurados e todos nós, especialmente do campo de esquerda, devemos lutar para assegurar seus direitos constitucionais fundamentais que foram violados. Ele não era investigado, portanto, sua conversa jamais deveria ter sido vazada. 

O país precisa refletir sobre o estado de exceção instaurado. Começou com a violação da conversa de Dona Marisa, esposa de Lula, e ninguém fez nada. Era uma conversa privada, intimista, e veio a público, numa clara violação de sua intimidade. 

Agora, trata-se de um jornalista e o caso ganha contornos dramáticos, especialmente pela posição da ABI de bater de frente com a PGR, que rasga a CRFB-88 ao permitir tais vazamentos. 

Ontem a noite, o deputado PAULO PIMENTA, em transmissão do plenário, alertava para o perigo destas violações. A posição dos petistas é elogiável, pois mesmo a despeito de Azevedo ser um inimigo mortal do PT, foi justamente o PT quem saiu em defesa dos seus direitos, sem se importar com sua posições ideológicas, seu direito antecede sua posição ideológica. 



Jesus, o socialista

Interessante entrevista no site Gospelmais com Jefferson Ramalho, onde ele sustenta em seu livro que JESUS foi maior socialista que existiu.


Para leitura da entrevista completa, clique no link abaixo:



terça-feira, maio 23, 2017

Anotações e variedades

DROGAS - Um amigo, Saulo Rodriges, me perguntou qual era o índice de drogadição em Santiago. Fiquei devendo a informação. Falamos também sobre o comércio de crianças.

SINDICATO - O Sindicato Rural está de novo presidente: Dalosto e Rodrigo Nena de vice. 

ADVOGADOS - Que triste a nota do delator da JBS. Mais de cem escritórios de advocacia serviam para lavagem de dinheiro de caixa 2 e propinoduto. A OAB precisa aprofundar as investigações e dar uma satisfação para a sociedade. 

OAB - Bela iniciativa do conselho federal de pedir o impeachment de Temer. Decisão corretíssima e o presidente não tomou a decisão sozinho. Foi uma decisão mais democrática.

TARSO - O Amigo e ex-governador Tarso Genro me mandou um e-mail com uma resposta muito inteligente sobre o poder judiciário. Que bom que o assunto está tomando corpo. 

FRONER - O melhor governo do PP na região é o do prefeito Froner. Governa com austeridade,  não rouba e não deixa roubar, cativa a todos com seu afeto e carisma. É um grupo unido, trabalhando seriamente e em rol do município. Equipe afinadíssima e vai ficar melhor. Um show. Capão do Cipó é um celeiro, riqueza, fartura, prosperidade e sintonia fina com a palavra de Deus. Sem usar a Deus para fazer política, mas os políticos sendo usados por Deus para trabalhar corretamente para o povo. 

BATISTAS - Eu converso com a Rebeca, minha amiga de longos anos,  filha do Pastor Sasso, com outros jovens da Igreja Batista, o Lucas, esposa da Rebeca,  trocamos idéias, brincamos, rimos ... saem sugestões de leituras ... engraçado, eles não se acham perseguidos, são cabeças livres, leves, soltas, não ficam se auto-elogiando e se auto-declarando salvos, isso e aquilo. 

XIITAS - Cada vez mais que convenço que os apóstatas são xiitas extremados. Qualquer dia viram "mulheres bombas" e saem a detonar quem não se sujeita ao seu pensamento. 


SALVOS - Se alguém se julga salvo, cá entre nós, precisa ficar se vangloriando que é salvo, que anda na luz??? Que só eles são os crentes do passo certo e todos os demais são perseguidores??? 

SEITA - O pensamento de seita se caracteriza pela agressão, pela não aceitação da divergência e pela convicção de que têm o monopólio da verdade.  

CACHORRÕES DE DEUS - Eu conheci o Missionário Manoel de Mello, fundador da Igreja Brasil para Cristo. Ele ensinava aos jovens desconfiarem dos cachorrões de Deus. Foi preso 27 vezes pela ditadura militar. Bem ao contrário desses evangélicos que só vivem do lado do poder, usando a máquina do poder. 












segunda-feira, maio 22, 2017

BOM RECOMEÇO

Desejo um bom começo de semana a todos. 

Continuo buscando.

Prefiro a incomodação da busca do que a paz da acomodação. 

FFHH fala em anomia. Só agora ele percebeu isto?

Há quanto tempo venho escrevendo sobre a situação anômica que vivemos?

Fiquem todos na paz de Deus, o Eterno. Para contentar a herança da civilização judaico-cristã. 


sábado, maio 20, 2017

Nada acontece por acaso.

Muito frio na noite santiaguense. Sei que na região não é diferente. Sei que em Florianópolis, da mesma forma, é o que me relatam amigas. Menos mal, a presença de minha filhinha trás amor, aconchego e paz.


Hoje ela foi conhecer o local onde vai acontecer a festinha de 7 anos dela, dia 04 de junho. Ficou maravilhada. De fato, o TCHIBUM tem modernas e confortáveis instalações para uma festa infantil. Decidi pelo local, por que anos atrás, logo que tudo foi inaugurado, ela pediu-me uma festinha ali. Fomos tragados pelo tempo, pela destruição de nossa família, mas subsistimos, a vida segue, é um pouco dolorido, mas não existe outra alternativa. 

Nina: hoje uma amiga perguntou-me a velha pergunta: Nina é nome mesmo?

Claro, NINA é nome. Em nossa rua, em Santiago, a menos de 100 metros de nossa casa, mora outra Nina, também nome, de uma respeitável Juíza de Direito. São duas Ninas no mesmo quarteirão. Qualquer hora vou captar uma foto das duas. 

Para Nina, o dia deveria ter 36 horas. Ela não pára. Não vence ir em todos os lugares, curtir os amigos e familiares. 

Almoçou no Batista, visitou os tios, os amigos e crianças da família do Lucas e já está com tudo programado para amanhã. Só que ela quer passear de bicicleta ... imaginem com este frio no bioma pampa. 


Até o prefeito Froner, que é crianceiro como nós, agora, encantado com seu netinho, mandou uma saudação no whatts para a Nina. Na pessoa do prefeito, cumprimento a todos meus amigos leais e sinceros do Capão do Cipó, terra de gente muito amável, gente boa, pessoal decente. Um beijo especial no Giovani e na Psicóloga Ana Flores, duas raridades, dentre outras centenas de amigos.Tenho até amiga na oposição, o que é gratificante e bom para o inter-relacionamento pessoal. 

Eu tinha um grande amigo, mas um grande amigo mesmo, Dr. Carlos Batista Garcia, ele veio as 3 últimas vezes em Santiago e tentou convencer eu e a Eliziane a passar suas terras, ali no Carovi, para meu nome. Era advogado, irmão do médico Elizeu Garcia. Era estranha a premonição dele. Morreu queimado na lareira de sua casa. Nunca aceitei a doação porque não quero terras e nem casas no meu nome. A Eliziane achava estranha minha recusa, mas hoje ela deve entender bem. 

A interação on line me propiciou grandes amizades no Carovi. Gente muito bacana. Qualquer hora vou visitar o túmulo do Carlos e render-lhe uma pequena homenagem de uma amizade sincera. 


Vou a São Francisco de Assis.


Eugênio Muller
Eu tenho uma pessoa que amo muito, de longos anos, um bravo, um guerreiro, um petista exemplar: Eugênio MÜLLER. Conheci-o no antigo casarão do Serrano Genro, tio do Tarso, onde era o diretório do PT. Imagino que era início dos anos 80. Ficamos amigos, grandes amigos. 

É um homem de uma bravura exemplar e tenho muito orgulho de saber que, chegando em São Francisco de Assis, tenho ele, tenho uma família, tenho um teto, um abrigo e a solidariedade socialista.

Como a vida dá voltas. 

Anos depois, quando eu concorria a prefeito de Santiago, fazendo uma campanha eleitoral em cima de idéias, sem comprar um voto (o resultado foi um desastre), Eugênio Müller apareceu de novo em minha vida. Ele e seus colegas fizeram uma "vaquinha" e depositaram um dinheiro na conta do PT para ajudar minha campanha. Fiquei chocado com o ato do Eugênio e pensei em agradecer-lhe, mas nunca mais o encontrei. 

No ano de 2015, acho que era o mês de janeiro, uma moça manteve contato comigo, querendo tratar um cachorrinho de rua. Ela mal entendia minha dor naquele momento, separação, família destruída ... não a respondi. Achei que era uma amiga da Eliziane. 

Transcorridos dois meses, ela me cobrou, on line, a omissão. E passa conversar comigo. Ela me conhecia sem me conhecer. É estranho, mas era o pai dela, o Eugênio, quem a criou falando no PT, nas lutas, nas pessoas, e, dentre elas, em mim. 


Priscila Muller
Hoje, quando eu vejo a Priscila na luta aguerrida em defesa dos interesses dos trabalhadores, dos humildes e açoitados, penso no peso do berço, no papel de um pai, de um herói: Eugênio MÜLLER. Priscila nem era nascida quando eu e pai dela éramos amigos e companheiros de construção do PT. Difíceis aqueles anos. Lembro-me apenas do Júlio Garcia. Depois vieram outros. Priscila, para mim, é a encarnação da pureza do PT, da sinceridade dos propósitos e da fraternidade socialista mais genuína. Bióloga, preocupada com o meio ambiente, soma à luta em defesa dos humildes, açoitados e carentes. Ela sou eu em 1983. A Nina deverá ser ela, em 2030. Assim, nossos sonhos não morrem, embora nós já tenhamos ido embora para uma outra dimensão. 

Noite passada, fiquei longamente no facebook conversando com o engenheiro civil Guilherme Giordano, que concorreu ao governo do Estado, pelo PCO. Fiquei chocado com suas palavras sobre mim e soube que o Altamiro, que concorreu a presidência da Argentina, onde foi deputado, estava preocupado com minha situação no Brasil. O movimento trostykista da IV Internacional está selado num pacto entre brasileiros, que saíram do Partido da Causa Operária e estão unidos com os Obreiros da Argentina, México, Chile, Uruguai, Nicarágua, Venezuela ... sob a liderança de Altamiro e o Giordano é o representante do movimento no Brasil. São raízes que poucas pessoas entendem. 

Lá atrás, muito lá atrás, eles me conheceram...passaram-se os anos. O Advogado Carlos Batista Garcia, que morreu queimado ali no Carovi, era do PCO. 

Todo o PCO soube de minha renuncia em não aceitar a doação de suas terras. 

Tem gente que não me conhece. 

Dias atrás, uma menina, uma jovem menina, acho que ele tem 25 anos, não a conheço pessoalmente, tirou fotos da casa abandonada, das terras do Carlos e enviou-me pelo face. 

É tudo tão gratificante. 

As voltas que vida vai dando. 


O Eugênio é avô, o Carlos se foi para a eternidade, mora com DEUS, eu fui pai da Nina muito tardiamente...mas minha relação de amor com minha filhinha é perfeita, divina, sei que Deus tem seus mistérios ... ando pelas estradas para vê-la. Pago um custo alto pelo afastamento. Muito alto. Mas continuo confiante que Deus tem seus mistérios. 


Nada acontece por acaso. 








Quem são os juízes que o Joesley comprou?


Folha: Cármen Lúcia deverá assumir o Brasil por 90 dias. TSE convocará eleições diretas


Barbosa diz que brasileiros devem pedir a renúncia de Temer.


Lava Jato: conheça o software de espionagem usado na operação


Temer já decidiu renunciar, ele está negociando para não ser preso


Nina

Cheguei em Santiago há instantes. Fui buscar minha filha, em Maçambará; ela passa o final de semana comigo e temos muitas programações a curtir. 

Meu martírio está sendo uma bota para Nina. Entra no pé, mas trança na canela. Que parto. Tinha que ser uma bota. Pessoalmente, tenho minha teoria, mas não posso falar. Acho que minha filha está com um excesso de peso. O peso dela deveria ser 19 a 22 kilos, pela idade. Ela pesa 32 kilos. Um excesso considerável. Mas ele é comilona mesma, gosto de tudo ... Se ela morasse comigo a botaria num tratamento rigoroso até voltar ao peso ideal.

Semana que vem inicio um tratamento vascular com o cirurgião vascular Dr. Munaro. Não sei bem o que me espera, mas não é nada bom. Mas faz parte, é um sintoma que vai para o segundo ano, mas cada vez mais grave. 

Quero ver se consigo me manter bem até o aniversário da Nina, dia 04 de junho, e a partir daí vou me dedicar a cuidar deste grave problema, não descartando a cirurgia deste coágulo que fiquei no cérebro, devido a um capotamento. Por enquanto, está tudo controlado. Mas houve, certamente, um agravamento. Mas isso é assunto para os médicos.

Desejo um bom sábado para todos, um bom descanso para todas as famílias e muito amor nos corações.

Vou desempenhar meu papel de pai de final de semana. É o custo das escolhas erradas e os relacionamentos falsos. Mas cada qual com sua cruz. 

A tarde vamos deixar os convites para algumas amiguinhas de Nina e  deixar ela curtir o local onde nasceu, viveu e ama.

sexta-feira, maio 19, 2017

ONIX LORENZONI ADMITE QUE RECEBEU DINHEIRO DO CAIXA 2.

Paladino da moralidade, exemplo de honradez, até então, Onix admitiu que ganhou 100 mil reais da JBS e decidiu gastar em sua campanha, na resta final.

----

Alguém sabe me dizer quem é o político santiaguense que recebeu dinheiro da propina da JBS?

A notícia corre solta nas redes sociais e eu
finjo que não sei de nada. 

Deus está vendo tudo e sabe tudo. Acho melhor vomitarem tudo, senão quando vazar vai ser pior. Eu tenho as informações. 


André Machado, da Bandeirantes, acaba da noticiar que JBS doou 1.5 milhões para Sartori, tudo pelo Caixa 1

Delator da JBS diz que Aécio Neves pediu que a empresa doasse 1.5 milhões para o segundo turno de José Sartori, PMDB-RS.

O escândalo agora atinge o Rio Grande do Sul.

Sartori admite tudo em entrevista recente.

--------------

E mais: já tenho informações que o dinheiro da JBS aportou em campanhas eleitorais em Santiago, no ano passado. 

BJS pagou propina a 1.829 políticos; resta saber quem escapou ileso?

Caiu como uma outra bomba, a notícia divulgada pela FOLHA DE SÃO PAULO, agora a noite. Ao todo, são 1.829 políticos eleitos que receberam propina da JBS. A lista aqui do Rio Grande do Sul, a rigor, é uma vergonha, pega esquerda e direita. Menos o deputado Bianchini. Mas o restante, é vergonhoso. 

Delator da JBS diz ter pago propina a 1.829 políticos eleitos
O ex-diretor de Relações Institucionais da JBS Ricardo Saud contou aos procuradores da Lava Jato ter pago propina a 1.829 candidatos eleitos.
De acordo com o lobista, que firmou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF), um montante de quase R$ 600 milhões foi distribuído como pagamento indevido a 28 partidos brasileiros.
O número representa quase a totalidade de siglas existentes no país. De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o Brasil tem hoje 35 agremiações políticas registradas.
Saud disse aos investigadores que o dinheiro ajudou a eleger 179 deputados estaduais em 23 unidades da federação. Os repasses contribuíram ainda para a vitória de 167 deputados federais provenientes de 19 partidos, 28 senadores da República e outros 16 governadores. (TALITA FERNANDE-FOLHA DE SÃO PAULO)

Moro pode ser preso por obstrução à Justiça, segundo Paulo Henrique Amorin. Moro se negou a ouvir a delação de Cunha contra Temer


Nas delações da JBS apareceram 3 deputados federais envolvidos. Rosane de Oliveira, Zero Hora, comenta em seu twitter

"Nessa delação dos donos da JBS sobrou até para os deputados que se julgam guardiões da moral e dos bons costumes. Conheço vários".

------

JBS declara pagamentos em espécie a deputado gaúchos Onix Lorenzoni (200 MIL), Alceu Moreira (200 mil), Jerônimo Goergem (100 mil). 

Leiam esta matéria da Folha de São Paulo, de 2008. Por favor, antes de contestarem meu vídeo. Eu sei o que digo.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc0503200820.htm


Projeto sobre redução de faixa de fronteira divide Congresso
SIMONE IGLESIAS
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA / FOLHA DE SÃO PAUO

Proposta do Congresso de modificar a atual legislação das fronteiras do Brasil com países vizinhos provoca divergência entre governadores e prefeitos favoráveis à matéria e parlamentares do PT e movimentos sociais que são contra a aprovação da PEC (proposta de emenda constitucional).
As faixas de fronteira têm hoje 150 km de extensão. A PEC -de autoria do senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS) e aprovada na semana passada pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado- as reduz para 50 km, em quatro Estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul.

Pela legislação vigente, as cidades que fazem fronteira com outros países não podem vender terras para empresas estrangeiras sem autorização prévia. Também não é permitido construir estradas, pontes, campos de pouso e até instalar emissoras de rádio e TV, em nome da soberania e defesa.
As restrições são consideradas impeditivas para uns. Outros acham que acabar com elas seria o mesmo que permitir a desnacionalização do território. A aprovação da PEC, pronta para ser votada em plenário, fez com que parlamentares e movimentos reagissem.

Originalmente, a proposta estabelecia a redução em todos os Estados fronteiriços, o que atingiria a região Amazônica. Com reação negativa do Exército, a parte foi suprimida.

A proposta tem apoio de governadores e prefeitos dos quatro Estados atingidos porque estimulará o crescimento.

No total, 462 das 1.267 cidades dos quatro Estados estão na faixa de fronteira, o que corresponde a 35,6% dos territórios de MS, PR, SC e RS somados. O Estado mais atingido com a redução é Mato Grosso do Sul.

A proposta enfrenta resistência de parlamentares do PT, da Via Campesina e do MST porque, para eles, abrirá a porta para que empresas estrangeiras priorizem a plantação de eucalipto, formando nas fronteiras um deserto verde. "A PEC avançou por puro lobby das multinacionais", disse o deputado Adão Pretto (PT-RS).

O PT e o MST se apóiam em investigações da PF relativas à multinacional Stora Enso.

Em 2005, a empresa finlandesa começou a comprar terras no RS, mas, em razão das restrições legais, constituiu a Azenglever Agropecuária Ltda, com capital nacional e pertencente a executivos brasileiros da Stora, e comprou 46 mil hectares para o plantio de eucalipto.

A Stora Enso afirma que, após comprar terras e não poder transferi-las para o seu nome, teve de abrir empresa no Brasil que se tornou proprietária das áreas. Eventuais irregularidades sobre a criação da empresa estão sendo apuradas.

Dia 03/11/2016: Maioria do STF vota que réus não podem estar na linha sucessória da Presidência...

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2016/11/03/stf-julga-se-reus-podem-ser-presidentes-da-camara-ou-do-senado.htm

--

http://g1.globo.com/politica/noticia/2016/11/maioria-do-stf-diz-que-reus-nao-podem-presidir-camara-ou-senado.html

--

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2016/11/maioria-do-stf-rejeita-reu-na-linha-sucessoria-da-presidencia-do-pais.html



Boa sexta-feira para todos:
Ministra Carmem Lúcia

Rodrigo Maia e Eunício são réus em processos que tramitam no STF. Como o STF já decidiu em novembro passado, o mínimo que se espera é que nenhum deles ocupe a linha sucessória. 

Ante a vacância de Temer e de ambos, pela lógica do artigo 80, da CRFB, a presidência deve ser assumida por Carmem Lúcia, Presidenta do STF. 

Existem chutes de todos os lados. Mas a Constituição é clara. 

No sangra Brasil, evidentemente, qualquer coisa pode acontecer. Inclusive o STF rever o que ele próprio já decidiu. 

A GLOBONEWS anunciou, agora a meia noite, que Rodrigo Maia assume e tem 30 dias para convocar eleições indiretas. Meu Deus, onde está escrito isto? É invenção da cabeça da jornalista. 

Se o STF aplicar o que ele próprio decidiu para Renan e Cunha, é evidente que nenhum pode assumir. Muitos diriam que é um golpe jurídico do STF, mas não é. 

Por outro lado, eu vejo Carmem Lúcia como uma mulher exemplar. Vida ilibada, conduta reta, pessoa idônea, honrada, correta, creio que seria uma grande presidenta para conduzir nosso país neste momento de turbulência. Com ela, não passa o golpe da ampliação dos mandatos em dois anos e as eleições de 2018 seriam conduzidas com sobriedade e serenidade, valores que Carmem Lúcia tem de sobra.

A confusão é grande. A imprensa é desorientada, existem chutes para todos os lados. É claro, o ideal seriam diretas já. Eu tenho posição. Voto em Lula, em Ciro e, por exclusão, em Marina, se não tiver uma das duas opções primeiras. É claro, diretas já, agora, ninguém tiraria a vitória de Lula; e Moro não teria tempo de levar avante suas intenções de impedir a candidatura de LULA. Seria uma vitória estrondosa neste momento. 

Aliás, como o Moro ficou mal na parada. Não aceitou delações do Cunha, por que será? Muito estranho. Não vi um analista político, destes sérios do país, que não manifestasse estranheza. 

Por outro lado, a PGR virou o jogo na opinião pública. Prendeu e cortou na carne. Marcou pontos e agora sua atuação foi decisiva e fatal. E amanhã ou segunda-feira, o mais tardar, surgem mais nomes na mesma delação ... são os escalões inferiores, e vem mais surpresas. 

E o pessoal de Santiago e região com andava com o adesivo em seus carros: não tenho culpa, votei no Aécio.

Por fim, cada dia meu livro vira profético: " ser político é falar várias linguagens embutidas numa só, é aparentar uma coisa e ser outra, é dizer uma coisa e fazer outra". 





Por fim, nem tudo está perdido. Nem todos os políticos são iguais. Temos um deputado em Santiago que é um exemplo de honradez e dignidade, limpo, não tem rabo, merece nosso apoio e nosso aplauso. Nosso exemplo, nossas virtudes. Miguel Bianchini.



quarta-feira, maio 17, 2017

A Presidência pode cair no colo da Carmem Lúcia

As próximas horas irão definir o destino de Michel Temer, se renunciará, se será derrubado ou se será alvo de impeachment.

As regras constitucionais são bem claras, senão vejamos o artigo 80 da CRFB-88.

Art. 80. Em caso de impedimento do Presidente e do Vice-Presidente, ou vacância dos respectivos cargos, serão sucessivamente chamados ao exercício da Presidência o Presidente da Câmara dos Deputados, o do Senado Federal e o do Supremo Tribunal Federal.

A questão que se coloca é que o STF já balizou o entendimento de que o presidente da câmara e do senado, por estarem respondendo por crime de responsabilidade (dentre outras falcatruas) não podem ocupar a linha sucessória.

Sobra a alternativa constitucional: A PRESIDENTE DO STF será a próxima presidenta do Brasil.

Ela tanto pode terminar o mandato que seria de Temer, quanto convocar eleições diretas, através de uma PEC ao Congresso Nacional. Ou o povo derruba tudo e faz uma revolução. Aí é outra história.

----

O santiaguense Leudo Costa, advogado e jornalista, é candidato do PROS ao senado da República pelo Estado do Rio Grande do Sul. 






TARSO GENRO E RUY GESSINGER

Finalmente, após as 14 horas de hoje, meu prezado amigo GIOVANI DIEDRICH conseguiu recuperar minha senhas e liberar meu blog e meus e-mails. 

Assim, por enquanto, tudo normal. 

Estou com muitos e-mails da nossa Confraria e percebi um texto do ex-governador Tarso Genro, bem como um pedido de Tarso para um encontro com o Desembargador Ruy Gessinger, embora nosso querido amigo Ruy esteja indo para uma temporada na Catalunha e na Alemanha. 

Aproveitei e expus ao nosso ex-ministro da justiça uma questão que me inquieta muito, que é a legitimidade do poder judiciário, onde noto apenas a presença de um curso de bacharel em direito e aprovação em concurso público. Ao meu ver, uma legitimidade bastante complexa concedida pelo poder constituinte de 1988.


Mas vejamos o que escreve o ex-ministro da justiça de nosso país, um cidadão exemplar, que se negou a aceitou doações da ODEBRECHET:



Lula, Moro, mas outro confronto histórico

Tarso Genro*

O debate sobre os rumos da crise institucional no país se transladou do
Parlamento para o Poder Judiciário. As elaborações estratégicas sobre os
seus rumos saíram dos partidos e dispersaram-se pelos movimentos de rua,
para as redes e para a grande mídia. É um daqueles momentos da história, nos
quais as forças sociais em confronto não conseguem configurar uma direção
hegemônica visível, o que tende a favorecer – nos dias que correm – quem
detém a maior possibilidade de controlar a informação. A versão, a delação e
a influência nos tribunais, passa a ser cada vez mais decisiva. Nos
tribunais, os processos originariamente comuns tornaram-se políticos e as
sentenças políticas adquirem legitimidade – como se fossem autênticas
decisões judiciais – quando tem o apoio antecipado pelo oligopólio da mídia.


Um ex-presidente e um juiz de Primeira Instância são, hoje, os protagonistas
centrais da crise política. O primeiro detém a força popular e democrática
dos que, na sua vida pública, se voltaram para os trabalhadores, os pobres e
miseráveis, acordando com os grandes empresários e banqueiros, com os
movimentos sociais e sindicatos, a distribuição de renda que permitiu ao
povo um respiro de sobrevivência. Ele fez o bloqueio da degradação pela
miséria secular naturalizada. O outro detém uma jurisdição nacional de
“exceção”, o apoio incondicional da mídia oligopólica, que dosa e controla a
circulação da opinião e faz – dele e dos seus Procuradores – os heróis
salvadores da pátria ameaçada. Antes, era pelo “comunismo” ateu, agora por
um irreverente operário católico, que confiou nas conquistas pela composição
entre as classes e na república sem reformas.

Moro tem a seu favor a força legitimadora de um concurso público, o apoio
consciente da classe média conservadora e o poder de convencimento da mídia
sobre os alienados no mercado. Lula tem o seu talento político, a sua
autenticidade dialógica, a sua capacidade de liderar massas. Ambos – como
seres humanos – tem as suas reais ou frustradas pretensões de grandeza – a
depender de quem os olha – e tem as suas limitações e os seus equívocos,
tanto a respeito de si mesmos como dos outros. Ambos são julgados de acordo
com as lentes políticas de quem os vê. Mas esta não é a síntese histórica do
confronto em curso, que é mais complexo. Foge das contingências específicas
das personalidades e se abriga em outras categorias históricas: trata-se do
primeiro grande “round” da luta de classes nacional, no período em que o
Estado em crise foi capturado pela capital financeiro e está destinado,
mesmo dentro da democracia, a fazer o seu jogo.

O controle que este exerce sobre o sentido do público, através da dominação
do Estado endividado – para que a dívida seja paga da forma que ele acha
correta – , torna supérfluos todos os partidos. Torna irrelevante a
hierarquia entre as instituições do Estado (pelo Juízo de “exceção”) e
imobiliza as Forças Armadas que são destinadas a defender a nossa soberania,
porque a  mídia “dita” o que é a soberania. O controle torna velhas as
organizações empresariais e operárias e irrelevantes, tanto  os que resistem
como os que apoiam as reformas. Porque o Congresso, ferido na sua parte
majoritária pela corrupção e pelo fisiologismo, é refém da Justiça Penal e
sua pauta é a pauta exigida pela mídia oligopólica, que se consolidou como
partido “novo tipo”, que unifica o senso comum com as reformas e dá a
direção política aos partidos e frações de partidos liberais da direita
política.

Assim como o capital financeiro subsumiu o Estado no seu movimento
histórico, ele aparelhou a liberdade de imprensa e construiu um senso comum
avesso à política e a produção de consensos no jogo democrático. A pergunta
mais importante do interrogatório do ex-presidente Lula, foi a que este que
fez a Moro, quando lhe questionou se aquele se sentia “responsável” pelos
milhões de desempregados e pela destruição das grandes empresas da
Construção Civil em nosso país, agregando: “não por combater a corrupção,
mas pelo método de combater a corrupção”. Não é gratuito que logo após o
depoimento de Lula – no qual Moro lhe tratou com o respeito devido e as
redes disseminarem as verdades do outro lado – o oligopólio lavou-se,
celebrando as delações sobre a presidente a Dilma. Não fugindo à regra:
divulgando-as como provas para sentenças irrecorríveis, junto a uma grande
parte do povo que ainda acredita que a Globo exerce, simplesmente, o seu
direito de informar livremente.

.-----

*Tarso Genro foi Governador do Estado do Rio Grande do Sul, prefeito de Porto
Alegre, Ministro da Justiça, Ministro da Educação e Ministro das Relações
Institucionais do Brasil.


------


MAIS NOTAS DO BLOG

Agradeço ao meu amigo Rudolf Gessinger o envio do texto. Rudolf fica em Porto Alegre, com o Dr. Cristiano Gessinger Paul, tocando o maior e mais respeitado Escritório de Advogacia do Estado.


DEPUTADO BIANCHINI

O deputado me ligou agora ao meio dia e deu-me ciência que foi aprovado na comissão de direitos humanos do poder legislativo requerimento de sua autoria para acompanhamento, por parte da Assembléia Legislativa do Estado, das decisões tomadas em Santiago pela Polícia Civil e Ministério Público em face das violações dos meus direitos civis, legais e constitucionais.