Páginas

sexta-feira, abril 21, 2017

Aniversariante do dia

Doce Ka ... quando éramos alguma coisa .... dizer que esta foto
foi improvisada no Mercado Damian.
Está de aniversário no dia de hoje a querida médica Karine Peixoto, motivo forte pelo qual rompo a linha tradicional do meu blog para prestar-lhe um justo reconhecimento, homenagem e congratulações públicas. 

Nina e Marquinhos

Prefeito Ivo Patias, Dra. Agnes Patias, Karine e todas
as loucuras. O mais certo aí é o Ivo, eu sou apenas
normal rsrsrsrsrsrsrs
A Karine, chamo-a apenas de KA, é uma dessas raras pessoas que vieram ao mundo com uma nobre missão: cuidar da vida e da saúde das pessoas. Por outro lado, Karine vive com nobreza, essa derivada da singularidade do seu coração. É uma pessoa bondosa, não fica alheia e nem se omite diante da dor das pessoas; a psiquiatria levou-a a conhecer os meandros da mente humana. Sabe entender-nos  em nossa extensão mais dramática, nos aspectos nobres e nos aspectos ruins, que todos nós temos, em maior ou menor grau. Uma profissional ética, dedicada e competente. 

Médica formada pela Universidade Federal de Pelotas, tem 3 anos de residência em Psiquiatria no Hospital São Lucas, da PUC, em Porto Alegre, pós-graduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, seu currículo é admirável, e colocou toda essa bagagem de conhecimento e essa notável experiência, inclusive de Oficiala da Aeronaútica e do Exército, ao dispor da comunidade santiaguense e regional. 

Karine não é desse mundo, isso eu tenho certeza. Conheço-a. É uma dessas jovens que ama o pai, venera as tradições familiares e ancestrais, reverencia os mais velhos, aposta na família como um foco epicentral de amor. Em sociedades cada vez mais desajustadas, ela é um símbolo forte de aposta na unicidade familiar. 

Erudita, formação clássica, super-ultra educada, Karine é uma reserva moral da nossa sociedade, é claro, isso é produto da formação dos pais, do berço.

Fomos namorados, isso é púbico, hoje somos grande amigos. Karine, para mim, é um exemplo. Sempre cuidou a amou minha filhinha como se dela fosse, demonstrando despreendimento, compreensão, tolerância, pureza na alma e bondade no coração.

Hoje é seu aniversário e não poderia, em nenhuma hipótese, furtar-me de fazer esse reconhecimento público, desejar-lhe uma vida longa, exitosa e com seus sonhos realizados, concretizados. 

Karine, Luciana, eu e a Nina e Guilherme Bonotto (e as crianças do Guilherme
e da Psicóloga Luciana).
Grande companheira, embora anti-petista, anti-esquerda, figura singular. Eu não sou poeta, não sei escrever versos, sei apenas escrever, por isso, digo: 

FELICIDADES KA. EU HABITO NA MANSÃO DO AMANHÃ. VC ME ENTENDE.

Como já dizia o filósofos dos cornos, Amado Batista, nem tudo nesta vida é perfeito, a Karine também foi imperfeita: foi minha namorada e se incomoda com isso. Essa semana estive com ela, contei que só me envolvo com loucas, mas ela nem ta aí, o problema "é aquela de São Francisco". É claro, a gente se separou mais ficamos amigos, mas eu imagino que, como psiquiatra, ela sabe soube ler meu coração e aquele caso de São Francisco, impossível, mas verdadeiro, é o mais complicado aos juízos dela. Tentei explicar-lhe que meu coração agora tava aqui..."capaz, tu é engatado naquela louca casada lá de São Francisco"

Na noite passada, nos encontramos no Restaurante do Batista, o Fernando Pinto Peixoto e esposa, o Celso Amaral Pinto e a Edilse Rigon Pinto. No fundo somos todos parentes. Foi um encontro maravilhoso, rimos muito, falamos de política, de amores e, é claro, todos me perguntam da Karine. Não tenho explicações.


Só não sei como cheguei em casa. Expliquei para a Edilse, aquela doce pessoa, e o Celso é uma pessoa maravilhosa, um amor de pessoa, só janta no Batista, mas ele não se segura, vai na minha mesa, conversa, mata saudade, me abraça, age como um familiar (na verdade somos primos) mas sempre me pergunta dos amores e dos textos.

Só faltou a Dra. Marta Rigon Marchiori. A Marta é prima de Edilse. Daí estaria completo o quadro. 

Todos queriam saber o que houve comigo... é o efeito vinho. Expliquei que uma mulher me mandou um longa carta, pedindo um tempo existencial. Me deu vontade de quebrar o telefone. 

- A Karine

- Que Karine nada. 

- A Karine está no Uruguai. 

- Mas e o aniversário? 

- RSRSRSRSRSRSRSRSR

Expliquei que escreveria uma homenagem a ela. 

E como o tempo amanheceu de chuva, fiz as pazes com a Renata, após tanto tempo quebrado ... brigamos feio, mas como tá chovendo fizemos as pazes. Não quis comentar a mentira no facebook dela ... ela sabe que só eu sei...sobre as verdades e mentiras. Uma mentira. 

Ela e a Karine se criaram juntas. O pai e a mãe da Renata são médicos, mas ela preferiu as artes plásticas. Vive em Caxias do Sul, muuuuito bem casada. 

Ninguém acredita que eu me apaixonei, fulminantemente, por uma uma policial. Só vivi para ela até ontem a noite. 

Fiquei feliz por meus amigos, muito feliz. 


É isso aí Karine, viagens e elucubrações. Felicidades pelo teu dia, pelo teu aniversário. Somos todos amigos. O tempo passou, continuará passando, o que sobrará de nós, é o riso, a amizade, a fraternidade e o carinho que temos em nossos corações.