Páginas

quinta-feira, agosto 17, 2017

Atendendo ordem da Doutora Juíza da 1ª vara de Santiago, facebook entrega IP de fake que fazia ataques no anonimato



Em ação deste advogado, a juíza da Primeira Vara Cível da Comarca de Santiago determinou ao facebook do Brasil a quebra o IP do fake que fazia postagens apócrifas contra integrantes da sociedade do Capão do Cipó, dentre eles, secretários, políticos, advogado e prefeito municipal.

Foi a primeira vez em Santiago que uma ação desta natureza foi acolhida e resultou exitosa. 
Magistrada Ana Paula, talentosa e brilhante
lutou pelo resgate da Verdade e Justiça. Uma
Senhora Juíza.

O fake Marcos Rigon foi identificado em todos os IPs que usou para usou para caluniar e difamar pessoas no anonimato (vedado pela pela Constituição Federal).

Os IPs são todos da Vivo e de DSL da Vivo. Mas o facebook apresentou o número do IP e a hora em que foram feitas as postagens.

Inclusive todos os que comentaram e curtiram as calúnias serão chamados à responsabilidade civil e criminal.